260591908374632
 

Cópias: Bom ou Ruim?


Para quem inicia no Macramê, a cópia se torna o norte, que nos guia no início dessa jornada, mas nem sempre isso é visto com bons olhos. Listamos aqui os pontos positivos e negativos dessa prática.


PONTOS POSITIVOS:


- Quando uma pessoa começa na arte do macramê, muitas vezes não tem muita intimidade com os nós, e a cópia se torna uma referência. Essa é uma fase quase inata dos iniciantes;

- Com a cópia, a pessoa sabe se seu ponto está melhorando, pois tem um modelo original que serve de referência;

- A pessoa se sente animada em saber que está aprendendo e evoluindo sua arte;

- Não existe mal algum em usar uma peça como inspiração para elaboração de outra. Essa referência nos ajuda em tempos de bloqueio. No entanto, é importante sempre desafiar-nos a fazer algo diferente, algo que saia de você para que a peça tenha um fragmento da sua personalidade.

PONTOS NEGATIVOS:

- A prática extensiva da cópia dificulta a pessoa a desenvolver o seu traço pessoal, e fica presa à criatividade de outra; - Devemos nos perguntar, quando fazemos uma cópia solicitada pelo(a) cliente, ele(a) está em busca da sua arte ou somente do preço mais barato?

Recomendamos que não perca a venda, mas deixe claro ao seu cliente que não se faz cópia fiel, mas que você pode usar o modelo de inspiração para desenvolver algo único para ambos(as)!

- “Se eu não fizer, alguém vai fazer” – Essa é uma frase muito utilizada no ramo para justificar a prática e pode ser vista de mal tom. No entanto, sabemos que cada caso é único e fica difícil impor certas condições ao cliente a ponto de por em risco uma venda, ainda mais em dias tão complicados.

Mas no médio e longo prazo é melhor ter uma clientela fiel que admira sua arte, ao invés de clientes que buscam apenas o menor preço.


Antes de fazer uma cópia, achamos importantes seguir os seguintes pontos em respeito aos artistas:

- Solicitar a permissão do(a) criador(a);

- Dar um toque pessoal ao modelo;

- Não fazer um preço muito menor do que o(a) criador(a) original, pois cobrar mais barato desvaloriza tanto o seu trabalho quanto o do(a) criador(a) original;

Geralmente quando nos solicitam uma cópia, reforçamos que só será usada como inspiração e cobramos o mesmo valor ou até mais. Essa atitude valoriza o trabalho de todos(as).

Essa escolha é pessoal, avalie essa situação de forma ampla.


- Ao postar uma foto em mídias sociais, dar os devidos créditos ao criador original.

Essa atitude é bem vista, lembre-se, algum dia alguém também pode copiar as suas peças!


Outras observações:


Tenha uma logo e use marca d’água para reconhecerem seu trabalho - é extremamente de mau gosto utilizar uma imagem alheia sem autorização, ainda mais cortar a parte em que está a marca d’água.

Essa postagem não tem a intensão de julgar, apenas estamos mostrando os aspectos de cada lado, cabe a você decidir em qual momento está!

Se você está sendo copiado(a), saiba que que você está no caminho certo, pois seu esforço está dando resultados!

E nunca se esqueça que as ideias se copiam, mas o talento resultante do seu esforço, jamais!

68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opala