260591908374632
top of page

Lápis Lazúli


LÁPIS LAZÚLI

Ela intensifica o trabalho com os sonhos e as capacidades psíquicas.

Protetora, bloqueia e redireciona energias, liberando rapidamente o estresse.

Ela reverte maldições ou indisposições causadas pela incapacidade de nos expressarmos.

Essa pedra promove equilÍbrio entre o físico, emocional, mental e espiritual, evitando indisposições e a falta de propósito, proporcionando uma profunda experiência de autoconhecimento.

Estimula a autorresponsabilidade e revela a vontade interior, permitindo a expressão de nós mesmos(as).


A Lápis Lazúli é conhecida desde 3100 a.C., e já foi usada pelos egípcios como pigmento, medicamento e cosmético.

O principal componente da Lápis Lazúli é o mineral azul intenso lazurita, que responde por sua cor. Também contém Pirita, e em geral algo de sodalita e hauynita. A Lápis Lazúli de melhor qualidade é azul escuro intenso, com pequenas manchas de calcita branca e pirita amarela cor de latão.


Minas afegãs são fontes antigas e continuam sendo importantes até hoje. Também se encontram na Itália, na Argentina, nos EUA e no Tadjiquistão, e o material azul mais claro é encontrado no Chile.


SIGNOS: TOURO, LIBRA, SAGITÁRIO.


ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS:


Estrutura: Cúbica

Dureza: 5-5 1/2

Atração Específica: 2,4

Índice de Refração: 1,5 em média

Lustre: Fosco e Vítreo

Composição Química: Na3Ca(Al3Si3O12)S


Fontes: HALL, Judy. A Bíblia dos Cristais: o guia definitivo dos cristais / Judy Hall; tradução Denise de C. Rocha Delela. São Paulo: Pensamento, 2008.

BONEWITZ, Ronald Louis. Gemas e pedras preciosas / Ronald Louis Bonewitz; [tradução Lizandra Magon de Almeida]. – Barueri, SP: DISAL, 2013.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opala

bottom of page