Diamante

Atualizado: Mai 9


Diamante

Reconhecido desde tempos remotos como o mais duro de todos os minerais, o nome do diamante vem da palavra grega "adamas", que significa "inconquistável". São conhecidos na Índia há 2,3 mil anos, e por cerca de três milênios foi a única fonte conhecida de diamantes.


Mas eles não eram cortados, pois acreditava-se que tinham propriedades mágicas que se perderiam no corte. Em algum momento depois de 1.300 d.C., o polimento das facetas e o corte simples de mesa surgiram na Europa.

O Diamante é tão valorizado por causa do seu brilho excepcional, mas a sua cor também é um fator determinante do seu valor. Pedras azuis ou incolores são as mais usadas na joalheria. Pedras verdes e vermelhas são mais raras. Laranja e violeta são mais raras ainda.


Nas últimas décadas, a cor dos diamantes mudou devido à exposição à radiação intensa ou por tratamento com calor. Muitas pedras coloridas "modernas" - vermelhas, verdes e outras - existentes hoje no mercado são resultados desses tratamento. Ao adquirir diamantes coloridos, é preciso saber que, a menos que a pedra seja certificada como natural, ela pode ter sido colorida artificialmente e ter menos valor.


O Diamante é o símbolo da pureza. A sua luz branca imaculada pode nos ajudar a transformar a nossa vida. Ele estreita relacionamentos, estimulando o amor e a lucidez numa parceria, pois é um sinal de fidelidade e comprometimento.

É um símbolo de riqueza há milhares de anos e é uma das pedras de manifes